Month: Janeiro 2019

Contactos

Para entrar em contacto connosco envie email para:

Links úteis

APA (Associação Portuguesa de Asmáticos)

FPP (Fundação Portuguesa do Pulmão) – apoio ao doente com Asma

GRESP (Grupo de Estudo em Doenças Respiratórias da APMGF)

Harvard Medical School: Asma e Rinite

IPCRG (International Primary Care Respiratory Group)

RPA (Rede Portuguesa de Aerobiologia)

SPAIC (Sociedade Portuguesa de Alergologia e Imunologia Clínica) 

SPP (Sociedade Portuguesa de Pneumologia)

OUTROS

Entrevistas


Mais de 70% das pessoas com asma «não faz o tratamento de forma correta»

Publicado na Just News, em 23 de abril de 2019 – 15:07


Edição especial da Just News dedicada ao CAPA – Cuidados Adequados à Pessoa com ASMA.

Publicado na Just News, em Junho 2018

Cartões ASMA

INTRODUÇÃO

O International Primary Respiratory Group (IPCRG) está a liderar um projeto internacional que pretende explorar a utilização do movimento social para criar um desejo de mudança na gestão e no tratamento da asma.

Numa primeira fase o nosso foco está centrado na sobre utilização dos beta 2 agonistas de curta duração de acção (SABA) e em testar como poderemos criar uma sensação de desconforto e insatisfação com este facto entre todos os “stakeholders” envolvidos no projecto.

Criámos uma equipa multi-nacional para a sua implementação, em quatro países piloto, Canadá, Espanha, Portugal e Reino Unido, e que engloba doentes, farmacêuticos, médicos e enfermeiros de cuidados de saúde primários. A equipa tem discutido e planeado modos de abordagem com potenciais interessados, sendo estes cartões uma das ideias que estamos a testar.

AS NOSSAS “DICAS” AO ORIENTAR ESTE PROGRAMA SÃO:

• Embora haja uma sobre-utilização, não se verifica um consenso sobre o que significa este “abuso”

• As conversas iniciais sobre SABA ,que podem influenciar o uso destes no futuro ocorrem em muitos locais, como por ex: farmácias comunitárias, e serviços de urgência ou consultas nos cuidados de saúde primários;

• Não sabemos efetivamente o que as pessoas fazem se não vigiarmos,regularmente na nossa consulta

• Nos grupos de trabalho das áreas não respiratórias, a asma é considerada como baixa prioridade para a mudança.

• Abordagens prévias não provocaram alterações apesar da evidência que suporta a necessidade de mudança com base nos resultados quanto à mortalidade evitável, morbilidade e utilização dos cuidados de saúde.

• Se não houver vontade de mudança, é difícil aceitar, utilizar e replicar mensagens sobre como melhorar os cuidados aos doentes com asma.

Estes cartões são um modo de desencadear conversas sobre estes temas e partilhar aquilo que pensa. Alguns de nós têm a resposta correcta (e nós transmitimos essa) mas a maioria não, pelo que o convidamos a usar os cartõespara iniciar essa discussão!

Contactar projectsupport@theipcrg.org para saber mais.

CARTÕES DE DESAFIO E QUESTÕES  – SABA

INSTRUÇÕES

1. Dividam-se em pares ou pequenos grupos

2. Escolha uma carta do conjunto

3. Leia a questão ou o comentário

4. Dedique alguns minutos para discutir a questão ou o comentário escritos no cartão e anote os seus principais pontos de discussão

5. Escolha outro cartão e siga os passos 3 e 4 acima descritos

6. Partilhe os pontos de discussão com a restante equipa/encontro

Régua ASMA

A Régua Asma do Projecto CAPA foi desenvolvida pelo International Primary Care Respiratory Group (IPCRG), uma organização liderada por clínicos, para promover o diálogo sobre a utilização inadequada de beta2 agonistas de curta duração de ação (SABA) no tratamento da asma, um problema global que poucas vezes é posto em causa. Estes diálogos devem estabelecer-se entre médicos prescritores, profissionais com tarefas educacionais na asma, farmacêuticos e doentes.

Como parte de uma iniciativa de movimento social, desenvolvemos um conjunto de diálogos tipo de 1:1 em quatro países: entre profissionais de saúde com um interesse na asma e outros colegas, e entre pessoas com asma e profissionais de saúde. Experimente e avalie o uso desta ferramenta para iniciar essa conversa.

Pode descarregar aqui a Régua ASMA, assim como documentos com sugestões para a sua utilização.

Descrição do CAPA

A Asma é uma doença respiratória crónica inflamatória e obstrutiva, com grande impacto para os doentes, para as famílias e para o Estado, tendo em Portugal uma prevalência de 6,8%. Estima-se que apenas 57% das pessoas com Asma tenha a doença controlada, embora 88% dos doentes não controlados considerem que têm a doença controlada.

Nesse sentido foi lançado em Portugal o movimento CAPA (Cuidados Adequados à Pessoa com Asma). Este movimento é a componente Portuguesa do projecto internacional designado ARC – Asthma Right Care, iniciado em quatro países membros do IPCRG (International Primary Care Respiratory Group), nos quais se inclui Portugal, através do GRESP – APMGF (Grupo de Estudo de Doenças   Respiratórios da Associação Portuguesa de Medicina Geral e Familiar) ao qual se aliaram os parceiros que apoiam este movimento: Associação Portuguesa de Alergologia e Imunologia Clínica (SPAIC), Associação Portuguesa de Medicina Interna (SPMI), Associação Portuguesa de Pediatria (SPP), Associação Portuguesa de Pneumologia (SPP), Associação Nacional de Farmácias (ANF), Direcção Geral de Saúde (DGS), Farmácias Holon, Associação de Farmácias de Portugal (AFP), Fundação Portuguesa do Pulmão (FPP), Associação Portuguesa de Asmáticos de Portugal (APA).

Trata-se de um movimento social que tem como objetivo principal consciencializar os profissionais de saúde, doentes, cuidadores e associações para a melhoria dos cuidados na asma e, consequentemente, para um melhor controlo da doença. Pretende-se criar oportunidades de diálogo entre todos os profissionais de saúde, e entre estes e os seus doentes, sobre o que são cuidados adequados para a pessoa com asma, os obstáculos na sua obtenção, e as atitudes e comportamentos que podem ajudar as pessoas com asma a melhorar a sua qualidade de vida. O foco destas sinergias é criar uma maior consciência e alerta sobre a Asma, diminuindo o subdiagnóstico, fazendo um diagnóstico e medicação correctos e possibilitando o melhor controlo da doença possível.

Para promover este diálogo foram desenvolvidas algumas atividades, entre elas:

– reuniões com grupos de interesse;

– divulgação do projecto em vários meios e iniciativas;

– criação e distribuição de materiais para sensibilização de profissionais de saúde e utentes sobre o controlo adequado da ASMA.

Sendo este um projecto em construção, convidamos todos os interessados a integrar e participar activamente neste movimento. Para tal basta enviar um mail para gresp@apmgf.pt.

Contamos consigo!

CAPA

© 2019 CAPA

Theme by Anders NorenUp ↑